A fama de Ronaldo num táxi em Buenos Aires

A fama de Ronaldo num táxi em Buenos Aires

Conversa animada sobre futebol dentro do táxi, no centro de Buenos Aires. O motorista é torcedor fanático do River Plate, que anda em má fase, e grande admirador do futebol brasileiro. A sua primeira pergunta para mim é sobre Dunga. Digo que esperava mais coragem e ousadia de um técnico seleção brasileira. “Ele é técnico da mesma forma que era jogador”, resume o taxista.

“Técnico era Santana”, ele diz, referindo-se a Telê. “E por que Ronadinho nao é titular do time?” Digo que ele está em má fase, é reserva também no Milan. E ele: “É o melhor jogador brasileiro, muito melhor do que Kaká”.

O taxista faz outra pergunta difícil: “E Robinho, o que acontece com ele? Era um craque…” Conversamos sobre alguns jogadores que atuam bem em time, mas mal em selecionados nacionais. Riquelme, ele começa. Edmundo, ele acrescenta. E citamos uma dezena de craques, brasileiros e argentinos, que jogam bem em seus clubes, mas “diminuem” quando vestem a camisa da nacional.

“Mas um que eu gostaria de ver na minha seleção é o gordo”, lança o taxista. Que gordo?, eu pergunto, espantado. “Ronaldo. É um definidor. Todo mundo tem medo dele, mesmo com uns quilos a mais”. É verdade, concordo. “Melhor que ele só o Chapolim”. Chapolim??? “Sim, Romário. É um gênio.”

PS. Leitores perguntam a respeito do apelido Chapolim para Romário. É uma referência ao seriado “Chapolim”, o herói que aparecia quando alguém dizia: “E agora, quem poderá me salvar”. Foi essa a frase que o taxista me disse quando me surpreendi ao ouvi-lo chamar Romário de Chapolim. (Atualizado às 11h de 11 de abril)

32 Replies to “A fama de Ronaldo num táxi em Buenos Aires”

  1. Nota-se que o argentino parou de acompanhar futebol a algum tempo. Achar que Ronaldinho é melhor que Kaká é um absurdo sem tamanho. Ronaldinho não é melhor que ninguém, e com sua postura em campo nem parece mesmo um jogador de futebol, quanto mais de seleção.

    No mais, perfeitas as análises sobre Dunga, Ronaldo e Romário, que eu desconhecia ser “Chapolim”, mas que com certeza foi um gênio.

  2. Romario melhor que o ronaldo??? jamais

    Romario “amarelava” em finais!!

    1- final da copa de 1994
    2-final da liga dos campeões 1994
    3-final do mundial inteclubes de 2000
    4-final da copa america 1997

  3. Mauricio,

    ‘charlar’ com taxistas de buenos aires é uma atração à parte para brasileiros na cidade [política e futebol entonces…]

    e, cara, vou te falar que já tive uma conversa idêntica com um condutor ali pelos lados de belgrano, o mesmo assunto! [só que o sujeito era racing]. hehe

    outro dia também conheci um fã de música brasileira que me confessou ter toda a discografia do chico buarque! em vinil!

    o mais engraçado foi ouvi-lo cantar ‘a banda’ num portuñol bizarríssimo – ou seja, paguei a viagem + couvert “artístico” incluído na bandeirada.. hehe

    mas valeu pela emoção do figura; tudo pela integração!!! hehe

    e o ronaldo é mesmo o mais temido [e querido] pelos argentos [o maradona inclusive já disse mais de uma vez que o gordo jogaria fácil no seu time, obeso ou não – até porque de sobrepeso o “pibe de oro” entende hehe].

    abração!

  4. Esta matéria me deu saudade de Buenos Aires.
    A conversa foi tranquila .O taxista foi educado.
    Gordo ? kkkkkkk Poderia ter sido piorrrrrrrrr.

  5. É verdade eles chamam o Romario de chapolim msm, será q é pq ele é baixinho q nem o chapolim q passa no sbt?

  6. Realmente são muitos jogadores bons que não seguem o mesmo ritmo na Seleção. Tanto no Brasil quanto na Argentina. Mas Ronaldinho e Riquelme são os maiores exemplos, na minha opinião. Pelo menos na atualidade. Apesar que o Ronaldinho nem no clube está jogando para entrar nesta lista. Agora Roman Riquelme é um maestro no Boca! Será que depois da goleada sofrida diante a Bolívia, Dieguito vá chamá-lo?

  7. Realmente os argentinos sabem muito de nosso futebol e sem duvida RONALDO faria muito mais que os que estao la. Acorda anao!!!!

  8. Olá, Maurício!
    Essa conversa vem de encontro a uma constatação minha de anos atrás: Os Argentinos respeitam e admiram o futebol brasileiro bem mais do que se acredita aqui! Leio com certa frequência os site esportivos argentinos e é comum eles se referirem a nós com elogios e até com cobranças quando a seleçõao joga mal, ou seja, eles tb se acostumaram com o Brasil vencendo jogando bem, coisa rara nas últimas décadas. Tudo isso nos faz pensar o quanto somos reféns da mídia que constantemente força uma situação de rivalidade, de guerra acima da realidade. Ela existe mas,…Além disso, uma coisa legal da rivalidade (sadia) é que ela força os lados a sempre evoluirem. E a Argentina em muitos momentos nos fez ver que pra vencer é preciso mais do que um punhado de bons jogadores e em outros, nos ensinou a fidefença entre um bom jogador e um craque de verdade. Viva Brasil X Argentina. Eles são chatos, mas ruim contra eles, pior sem eles!

  9. Realmente, o Ronaldo ainda é o fenômeno, basta ver a importância que a imprensa e o público no geral lhe dá . De minha parte continuo acreditando nele, também gostaria de vê-lo voltar à Seleção Brasileira. Geralmente os brasileiros têm memória curta e são ingratos, as pessoas gostam muito de criticar, mas nada de ajudar, parece que esqueceram os grandes momentos, as grandes alegrias que o Ronaldo nos deu. É lamentável os fatos negativos que aconteceu com ele, talvez falta de estrurura da família brasileira, o mal dele foi ter se separado da Milena, entendo, pelo que tenho lido, que aquela é que era a mulher da vida dele, além do mais era uma tremenda “gata”, aí apareceram as aves de rapina e o pobre Ronaldo acabou com um maldito travesti. Vamos dar um voto de confiança e ele, que a imprensa procure ajudá-lo, claro, sem escamotear as informações, que o povo também procure incentivá-lo.
    Meus respeito e meu abração ao Ronaldo, desejando que Deus tenha misericórdia dele, que traga-lhe muito luz para se comportar bem perante esta sociedade que tudo exige e nada dá.
    Não sou fanático por futebol, apenas gosto quando joga a Seleção brasileira. Sou advogado, moro em SC., e, serei candidato a Presidente da República em 2010, também posso afirmar e provar que já passei por problemas semelhantes ou bem piores que o Ronaldo e consegui dar a volta por cima.
    10-04-09.
    Cilço Luiz

  10. Eu desejo saber de onde tiraram o Dunga, com todo o respeitos que ele merece como grande astro do futebol, mas como técnico, que Deus nos socorra!
    Precisamos acabar com a farra dos cartólas, com a hereditariedade dos Cartólas, o Pele, meu concidadão, lá de Bauru, recentemente fez uma crítica a esse respeito, que com ele concordo, porque confiar a um novato a Seleção é trair o povo brasileiro.
    Porque não o Muricy, o janota do Vanderlei, ele pode ser até chato, mas ainda é o melhor técnico de futebol desse país do futebol, porque não dá a alegria e confiação aos brasileiros novamente?

  11. É , todos gostaria de ter o Ronaldo jogando em seu time, mas felizmente ele está jogando no timão, é ele q vai definir o campeonato paulista de 2009. Até os Argenttinos q não engolem os craques brasileiros, o elogiam! mas q o cara é fenômenal isso ninguém tem dúvidas.

  12. Se voce conversar com um taxista de São Paulo ou Rio as opiniões vão ser quase as mesmas, com, erros e acertos (questão de opinião ) mas os taxistas resumem os comentários de seus passageiros, sendo o futebol o comentario preferido em Buenos Aires , São Paulo ou Rio.

  13. Até quem está do lado de fora (outro país) consegue ver somente o Dunga que não quer ou não pode ver. Concordo plenamente com nosso caro taxista. Passou da hora de tirar o Robinho da seleção, ele é só enganação….

  14. fenomeno, que fenomeno? vcs já se esqueceram da final de 98 e 2006, só em 2002 que não tinha ninguem jogando bola, visto que até a Coreia quase foi a final,o cara domina de pescoço e chuta de canela, pare o cara é fabricado pela midia por isso midiocre

  15. Até minha comunidade indígena sabe que o dunga não entende nada de futebol, digo como técnico. Mas como nosso país não tem democracia, preferem colocar alguém para manter os interesses de poucos.

  16. Eu acho que o Romário é conhecido como Chapolim, porque ele tomava as pílulas de nanicolina para passar por debaixo da porta e ver as “tramas” dos seus inimigos!!
    E a Nanicolina deixava ele bem pequeno, e o romário é baixinho também!!

  17. concordo que Ronaldo é o cara!! e não sei porque ou por que o Dunga é técnico da Seleção, quando nunca foi nem de club….

  18. meu caro stycer

    o Romario foi um craque, isso é incontestável, tudo tem seu tempo.
    o Ronaldo fenomeno ainda é um craque. muitos times europeus queriam contrata-lo.
    ele foi parar no parque sao jorge de paraquedas e a fiel adorou.
    o Ronaldo estava mesmo era com muita saudades do Brasil, pois passou 15 anos jogando na Europa. Desde a copa de 1994 que ele joga no exterior.
    resumindo. quem nao quer no fenomeno no seu time?
    queria eu que o Ronaldo jogasse no meu glorioso BOTAFOGO.

  19. Se o Ronaldo fosse realmente um fenômeno,mnão estaria jogando no Brasil e, sim continuaria lá fora como ele estava sem jogar e clube nenhum o contrataria, ele voltou ao futebol brasileiro para encher o bolso e enganar alguns trouxas

  20. Concordo com S. Freitas, agora fica um monte de babacas e bajuladores, querendo nos empurrar guela abaixo um fenômeno, que só existe na visão deles e, de algusn fanáticos acorda torcedor, procurem viver a realidade

  21. Galera,vale ressaltar que gordo em espanhol,nao significa apenas quem esta acima do peso,mas sim uma forma carinhosa de chamar as pessoas,muito comum na Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *