Flip: filet mignon no fim de semana

Flip: filet mignon no fim de semana

Sempre estimulante, a programação da sétima Flip, divulgada nesta quinta-feira, apresenta uma curiosidade. Com exceção de Richard Dawkins, talvez o maior nome do evento, cuja conferência está marcada para quinta-feira, 2 de julho, às 19hs, a feira literária de Paraty reservou os dias e horários mais nobres do evento para os estrangeiros e deixou a maioria dos brasileiros em segundo plano.  

Com programação desde quarta-feira, 1º de julho, até domingo, dia 5, a Flip guardou para o sábado e a manhã de domingo os nomes de maior apelo de mídia, quase todos estrangeiros – Alex Ross, Gay Talese, Lobo Antunes e Simon Schama (Chico Buarque, escalado para as 19hs de sexta, completa este time de “estrelas”).

Em 2004, Chico reuniu uma multidão para vê-lo jogar futebol e ler trechos de um romance de Paul Auster. Ambos os eventos foram frustrantes. Este ano, a julgar pela descrição da mesa que dividirá com Milton Hatoum, existe a promessa de algo a mais: “O Brasil na visão desses dois grandes prosadores é o tema da mesa que eles compartilham em Paraty”, informa o site oficial da Flip. 

Então, se você planeja passar o sábado e a manhã de domingo em Paraty, recomendo que tente chegar sexta-feira no final da tarde. 

PS: Parati ou Paraty? Sei que o assunto é polêmico, mas, da mesma forma que o iG, usei neste texto a grafia que a cidade prefere e a Flip adotou.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *