Jogadores desconhecem regras básicas do futebol

Jogadores desconhecem regras básicas do futebol

É grande a tentação de criticar o árbitro Sandro Meira Ricci por excesso de rigor e mau humor na expulsão do zagueiro Vagner, do Náutico, aos 16 minutos do segundo tempo da partida, quando a sua equipe vencia o Flamengo por 1 a 0 no Maracanã. O jogo terminou 1 a 1.

“Exagero”, disse Arnaldo Cesar Coelho ao ver duas imagens selecionadas pela edição no meio da transmissão de Vitória e São Paulo, na Globo. Na primeira, muito engraçada, Vagner aparece apenas de cueca vermelha, enquanto veste um novo calção, dentro do gramado. Em seguida, vemos a imagem do quarto árbitro falando algo para Ricci, que, ato contínuo, aplica o cartão amarelo e, como é o segundo, mostra o vermelho para o zagueiro.

Na verdade, vendo todo o lance em sequência, entendemos que Vagner trocou de calção dentro do campo, longe da vista do árbitro, auxiliado pelo massagista do Náutico, e que o quarto árbitro tomou a iniciativa de advertir Ricci do que aconteceu.

Como diria Arnaldo (que, posteriormente, ao tomar conhecimento do que houve, justificou a expulsão), a regra é clara: cabe ao árbitro ordenar ao jogador que deixe o campo para trocar o uniforme com problemas, da mesma forma que o atleta só pode retornar com autorização dele, num momento em que a bola não esteja em jogo. O jogador que não respeite esta regra deve ser advertido com o cartão amarelo.

A regra 4, que informa os procedimentos sobre “o equipamento dos jogadores”, não prevê a situação, absurda, de um jogador trocar de uniforme dentro de campo, com a bola rolando. Pela lógica, que manda o jogador fazer isso fora de campo, trata-se de uma infração clara à regra.

Em outras palavras, Vagner cometeu um erro grosseiro. Não é o primeiro, nem será o último, a cometer infrações por desconhecer as regras do esporte que pratica profissionalmente.

25 Replies to “Jogadores desconhecem regras básicas do futebol”

  1. A gente vai a um campo de futebol para ver o jogo e o que acontece? Show dos “árbitros”, ora bolas, rasguem as regras, tirem o poder dos árbitros e proibam a quem nunca chutou uma bola, e só pq tem diploma de jornalismo, a dar opinião no esporte. Resultado? o futebol volta a ser a paixão do povo. A verdade dos fatos? Alguem comprou resultado e nada de rigor, de regra, é máfia mesmo, dão gols a quem querem e tiram de quem querem, o resto é mentirada, máfia, falta de caráter. Ah saudade dos anos 60/70, quando acabaram com o futebol.

  2. qual é gente???
    vcs tão de sacanagem…
    num pode, num pode… e acabou… num tem esse negocio de mafia não meu querido Mark… e pelo menos os jornalistas, pelo menos os serios, não ficam acusando as pessoas sem provas… e não ficam falando besteira…
    imagina… tirar o poder do juiz… vai ser uma bagunça… num da nem pra imaginar… pelo amor de deus… num sei nem pq to comentando isso… nem vale a pena comentar uma opnião tão sem base como essa…

  3. Apergunta que fica é a seguinte: Fora um jogador do Fla ele teria chamado o arbitro? Respondo: Não

  4. Queria ver se fosse um jogador do Flamengo.Curioso é que vcs ¨jornalistas¨não são criteriosos quando acontece algum lance polêmico com jogador de clubes do Rio ou de São Paulo. Vcs estão esquecendo a insanidade do jogador André Luís nos Aflitos no ano passado? Deixem de hipocrisia

  5. O cara é profissional e desconhece totalmente o básico de sua profissão.O que também é irritante no futebol brasileiro é ver o jogador pedindo para que o árbitro dê cartão para o adversário:está virando moda. A imprenda deve ajudar a combater este tipo de procedimento.

  6. Os comentaristas estão muito tendenciosos até mesmo vendo a imagem na repetição, é no minimo estranho querer justificar certos lancesdistorcendo a realidade.

  7. TB DUVIDO SE FORA UM “PERNA DE PAU DO CRF” O ÁRBITRO AGIRIA COM O MESMO RIGOR…
    Mas lamentávelmente, o comentário é totalmente válido e verídico, pois sendo “profissionais” como dizem ser, estes meninos cheios de não me toque, deveriam no miníno, entender e muito, sobre a profissão q exercem, como é exigido de qqr outro profissional, ai sim, qm sabe, nosso esporte bretão, não estaria na situação em q se encontra!

  8. o Juzi agiu certo, pena que é só contra os adversários da mulambada, é difícil eles agirem certo contra esses cretinos que são claramente beneficiados em quase todos os jogos e a nossa imprensa claramente rubro-negra se nega a divulgar

  9. Além de não conhecerem as regras muitos nem ao menos jogam que preste, mas receber ah isto sim eles recebem muito.

  10. temos que pedir pros arbitros e bandeirinhas aprender a apitar e bandeirar, eu vi um assistente errar 5 impedimentos totalmente com perigo de gol a favor do avai contra o corinthians, que foram uma vergonha, quero ver se estes serão punidos!

  11. Claro que o jogador está errado. Ele teria que pelo menos trocar o calção no banco de reservas. Ele praticou atitude inconveniente. Tem que ser punido sim. Agora se fosse jogador do Flamengo,Santos, Cruzeiro e e tc, acho que passariaem branco.

  12. desde quando essa regra é regra BÁSICA do futebol? pela mãe do guarda, vamos ser mais criativos para comentar sobre futebol!!!!!! e esse stycer? conhece as “regras básicas”do futebol? já chutou uma bola como diz o Mark-RJ? ORA BOLAS!!!!!!!!

  13. Maurício, fui atleta profissional de futebol e técnico de futebol. A resposta para qualquer defeito, erro ou problema que possa haver no futebol tem 7 letras: CARTOLA.
    Como não dependo do futebol pra viver, quando alguém se dispuser a me entrevistar (é matéria pra 4 páginas, no mínimo, saberá timtim por timtim como é, e como teria que ser, para que o futebol fosse algo mais sério no Brasil.

  14. Caraca!!!!!O cara fez strip tease em campo….vcs tão de brincadeira!!! “E se fosse um jogador do flamengo a tirar a roupa em campo?” Ahhh, faça-me um favor!!! Se o Flamengo ganhasse 10 centavos a cada comparação esdrúxula com o uso do seu nome feito pelos perseguidinhos do Brasil seria mais rico que o Real Madrid.

  15. o juiz acertou e devia ter expulsado o Geninho tbm por reclamação,por isso existe vestiario se tivesse ido la e trocado de roupa nao teria sido expulso

  16. Se fosse jogador do flamengo, o juiz até ajudava a colocar o bilau prá dentro. Deixem de hipocrisia, jornalistas….

  17. Senhores o titulo do artigo e “Jogadores desconhecem regras básicas do futebol”. Nao se trata se e jogador do Flamengo, Vasco ou Ibis (o pior time do mundo). Estamos falando de atletas entitulados profissionais que desconhecem as regras do esporte que praticam.

    Nao tenha vergonha de ler o artigo uma, duas… dez vezes. O importante e entender o assunto antes de opinar (viu Mark), isso vai melhorar muito sua vida.

    Ah… ja ia esquecendo… Nao e preciso ser jornalista para ter opiniao formada sobre um assunto, seja qual for.

  18. Acho que deveriam publicar na internet no mínimo as regras básicas, eu já procurei mas só acho elas inteiras, agora me digam: quem vai ter paciência de ler 149 páginas???

  19. Conheço bem o Sandro. Fiz faculdade com ele na UnB em Brasília.
    Ele é muito competente, vem de uma família muito íntegra, formou-se com facilidade em economia, fez mestrado na mesma faculdade, morou na itália com os pais quando era adolescente.
    É funcionário público federal concursado e ganha bem.
    O futebol sempre foi sua paixão. ele foi campeão dos Jogos Internos da UnB (Jiunbs) com o time da economia.

    Enfim, o cara é um excelente carater para a arbitragem brasileira e será um expoente positivo nos próximos anos. Tem sido o melhor dos novatos de acordo com diversos analistas.

    Parabéns Sandro. Voe alto.
    Fabiorod

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *