Maradona e Cantona, gênios imperfeitos

Maradona e Cantona, gênios imperfeitos

Mostra SeloCada um à sua maneira, Diego Maradona e Eric Cantona encarnaram o mais sedutor dos tipos que rondam o mundo do futebol – o do craque magnífico e indomável, tanto dentro quanto fora de campo. (Romário é o brasileiro que primeiro me ocorre quando penso em jogadores deste quilate com este perfil.)

Imprevisíveis com a bola no pé, mas também com a língua, Maradona e Cantona (e também Romário) sempre falaram o que achavam que deviam falar, e não o que os dirigentes ou assessores programavam. Profissionais, mas não fantoches, exigiam respeito – de colegas, dirigentes, jornalistas e torcedores.

Muitas vezes, perderam o controle da situação e, literalmente, meteram os pés pelas mãos. A carreira de Cantona sofreu um baque quando agrediu um torcedor que o ofendeu depois de ser expulso de campo. Ficou dez meses suspenso. (Romário também agrediu torcedores que o ofenderam durante um treinamento, mas não foi punido.)

Maradona não apenas fez um gol com a mão contra o maior inimigo da Argentina em 1986, a Inglaterra, como ainda reconheceu o “crime” e tripudiou: “Foi a mão de Deus”. Depois, violou a mais sagrada das regras do esporte: utilizou drogas (cocaína) e ainda foi pego jogando dopado.

maradona kusturicaChamado de “Deus”, Maradona é idolatrado em toda a Argentina e em Nápoles, na Itália. Conquistou “sozinho” a Copa de 86 e deu à equipe italiana os dois únicos títulos da Série A de sua história. Chamado de “rei”, Cantona é herói entre os torcedores do Manchester United. O time não vencia o campeonato inglês desde 1967 quando ele chegou, em 1991, dando início a uma temporada de glórias e conquistas.

Maradona e Cantona são as estrelas indiscutíveis deste primeiro fim de semana da 33ª Mostra de Cinema de São Paulo. O primeiro é objeto de um documentário do sérvio Emir Kusturica, que o retrata sem nenhum distanciamento, mas com grande energia. O segundo atua como ator, no papel de si mesmo, num divertido filme do inglês Ken Loach.

Como escrevi no Ultimo Segundo (Filme de Kusturica ajuda a entender a Argentina de Maradona), além das dezenas de gols e jogadas que exibe, há momentos impressionantes no filme sobre o craque argentino – o culto na Igreja Maradoniana, a confissão que o ex-jogador faz sobre os efeitos da cocaína e a sua relação com Fidel Castro, entre outros.

cantonaJá o craque francês, cujo filme que protagoniza abriu a Mostra nesta quinta-feira, é igualmente homenageado com a generosa exibição do seu talento como jogador, relembrado em várias passagens, e expõe também os seus curiosos conhecimentos filosóficos. Com real habilidade para interpretação, como escrevi, Cantona distribui pílulas de sabedoria a um carteiro infeliz, ajudando-o a superar os seus problemas com a ex-mulher e com os enteados.

Numa passagem já famosa de “Maradona”, o craque afirma que, não fosse pela cocaína, teria sido ainda maior do que foi como jogador. Ou seja, teria sido Deus de fato. Em outro momento, o dono de uma casa noturna de Buenos Aires diz que as go-go girls reclamam quando a tevê exibe antigos gols de Maradona porque os frequentadores do inferninho preferem ver os gols aos shows das dançarinas seminuas.

Já Cantona, em diálogo com Eric, o carteiro que ajuda, ensina que o momento que mais aprecia em sua carreira como jogador não é nenhum gol em especial, mas um passe perfeito que deu, propiciando o gol de um colega. Pode parecer filosofia de botequim, mas o passe foi realmente maravilhoso.

Entre esta sexta-feira e domingo, há três chances de ver ambos os filmes. “À Procura de Eric” passa hoje, às 16h40, no Unibanco Artplex; sábado, às 23h50, no Cinema da Vila; e domingo, às 15h50, no Cine Bombril. “Maradona” será exibido hoje, às 21h30, no Cine Bombril; sábado, às 12h, no Reserva Cultural; e domingo, às 22h, no Cinemark, Shopping Eldorado. Ambos os filmes serão exibidos no circuito comercial, depois da Mostra.

37 Replies to “Maradona e Cantona, gênios imperfeitos”

  1. Sensacional!!!!!Tragam esta mostra para CUritiba, pelo amor do Deus (e do Rei!!)

  2. Maradona jogou bem e tudo mais, realmente muito bom!!
    Mas péssimo como exemplo de conduta dentro e fora dos gramados, jogador arrogante sem nenhum “fairplay” .

    Chamar Maradona de “Deus” é no mínimo risível, ele só encontra respaldo para esta alcunha em terras Argentinas !!

    Maradona é um escroto !!

  3. Só estou deixando meu comentário em respeito, por que Jesus postou o seu. É lamentável continuar a falar de Deuses pagãos, que foram santificados pelos Marios Chuteriras de redação, em um estado de entre -safra de verdadeiros gênios que o futebol mundial passa e já passou. No minimo nós já tivemos vinte, que já jogaram muito mais do que estes dois bandidos. E no templo sagrado do futebol os semi deuses, enganam subsidiados por por esta crônica esportiva. Futebol é um esporte coletivo, não se ganha uma copa com um só jogador, isto é conversa fiada . Vou falar de um só: Leonidas da Silva, não ví ele jogar, mais o meu pai acompanhou, e me contava que de todos foi o melhor, naquela época não tinha esta mídia distorcida. Vocês acreditam que o Romário marcou mil gols?. Hoje têm fenômenos, imperadores, fabulosos, principes etc., que tentam ou já tentaram pegar uma carona na bicicleta, na qual não há lugar para deuses, mais para verdadeiros e eternos.

  4. Calma Fábio!
    Você não está totalmente errado, mas Maradona foi um gênio no futebol e é um personagem fascinante, um Deus torto que deixa exposto seus problemas, contradições e maravilhas de forma aberta, ou seja o mais humano possível. Tão maravilhoso e escroto como todos somos de maneiras e doses diferentes.
    A Mostra mesmo sendo cara (há as salas gratuitas) é um prato fino para amantes de cinema, não tem como perder.

  5. Ironizar Maradona ” Rei ” o Pelé ” Deus ” é uma distancia muito grande???? um é vida torta, o outro é um exemplo de atleta,,,,,,,diferente???só los ermanos para não enchergar isso,,,um tem dois mundiais, sendo um roubado,,,o outro só tem tres mundiais, libertadores, brasileiros, mundiais de clube, melhor jogador do seculo,,,melhor artilheiro,,, e é considerado o Deus do Futebol, é conhecido igual a Coca-Cola, e ironizar o outro igual a Cocaina????????pega nois Argentina……..los fracos.

  6. Eu concordo com o Zé. Existem jornalistas que escolhem os seus atletas pra idolatrarem e tentam torna-los idolos.
    Muitos ignorantes compram essa idéia pois aceitam tudo que a mída impoem. Eles podem ter sido grandes jogadores mas eu também já vi melhores e não tenho habito de idolatrar ninguem, nem Pelé..
    Se o Pelé jogasse hoje não faria o que fez na época em que não se tinha uma marcação tão forte quanto se tem hoje, e podeiria ser mais um mercenário da bola com propostas milionárias que surgiriam. Certamente não teria ficado no Brasil tanto tempo.

  7. SIMPLES : FAÇAM O TESTE DAS “SETE PENEIRAS” SE UM DELES PASSAREM AI ENTÃO CHAMEM O “ATLETA DO SÉCULO” . SÃO AS SETE PENEIRAS : DR.SOCRATES, ZICO, PITA, GERSON, RIVELINO, DICÁ, ADEMIR DA GUIA…..QUER MAIS….GARRINCHA, …NÃO DÁ NEM PRA SAIDA ESSES CARINHAS…RSRSRSRS.

  8. Pessoal!!!
    tinha 8 anos de idade e lembro vagamente do Leônidas, foi bom, mas o Romário melhor. Zico foi bom, mas na seleção pouco rendeu.
    Maradona foi ótimo, principalmente ao lado do Careca no Napoli. Careca sim, foi o mais técnico centro avante que vi jogar até hoje, na seleção.
    Lá fora tem Puskas, Di Estefano, Platini, Euzébio, Matheus, Beckenbauer, mas falar de Pelé é outra coisa.
    Pelé nao pode concorrer com estes todos aí, pois eles foram maravilhosos jogadores de futebol, na hierarquia militar podem ser considerados generais, mas Pelé foi o presidente, o chefe do comando maior.
    O Brasil tem, a meu ver, 3 reis, Pelé, Piquet e Roberto Carlos.
    Pelé, para quem não sabe, criou o estilo de jogo que temos agora, de recuar a bola, sair jogando no escanteio, olhar para um lado e jogar no outro; Piquet ganhou campeonato com um carrinho chamado Brabham (o Galvão e o Reginaldo não falam sobre isso), inventou o pit stop, o cobertor elétrico nos pneus, as tomadas de ar laterais, etc.; Roberto Carlos embalou o namoro de todos os pais de vcs, quem sabe muitos que agora aqui leêm foram concebidos ao som dele…hehehe.

  9. não esqueci de citar os jogadores brasileiros que também ficaram na história, foi somente por ser uma lista longa;
    rivelinos, garrinchas, gilmares, ademir menezeses, niltons santos, didis, poderia falar mais de uma hora dos bons que tivemos, os atuais, ronaldos fenômenos, kakás, robinhos, etc., com o tempo também haverá quem os idolatre e dirá que…no meu tempo…..hehehe

  10. Concordo que estes jogadores que você falou, formam craques em suas épocas. É bom lêr comentários como o seu. Na sua seleção: Pelé, Roberto Carlos e Piquet, na minha não entra o Piquet ,ele é meio HERMANOS, têm o éco engraxado. Sou mais o Senna! ele e este Zé Ruela que comenta para globo, insinuaram coisas do Senna em uma corrida em Monte Carlo. Concordo! ele é um bom mecânico, Talvez se o Pace não tivesse morrido prematuro teria sido melhor que ele. Agora ele deixa o Dick vigarista, que como o desfecho do seu comentário, (que muitos nasceram ao som de Roberto Carlos), ele deve ter sido fegundado ao som de corridas de carrinhos de rolemã.

  11. Quero mandar um RECADO para o cidadão MOACIR PINTO DA SILVA.Meu camarada não sei seu grau de sabedoria e nem quero saber.Só digo a vc uma coisa.Há algum tempo atrás eu tbm pensava como vc,fazia questão de se vangloriar que não acreditava em nada,me achava um autosuficiente,até que em janeiro deste ano trabalhando em Macaé( area de petrobrás) pois sou técnico ambiental e simplesmente comecei a sentir minha perna esquerda “encolher”sei lá e sentindo dor de cabeça,fiquei mais de 6 dias me auto medicando até que vim pra casa,moro em Rio Claro,pertinho de Angra dos Reis.Resumindo fiz uma serie de exames e a principio o “médico” disse que era um tumor ou seja era fatal mas GRAÇAS A DEUS era “apenas” um AVC, um AMIGO IRMÃO espírita Kardecista veio com sua irmã e mais um casal (ele)médium e fez uma operação espiritual em mim e falou “Esse médico não sabe de nada,eu chego onde ele não consegue e vc não tem tumor e vai ficar curado,eu estou dentro do teu cérebro agora”.RESUMINDO: passei por mais duas cessões de tratamento espiritual e ele mandou eu procurar de novo o médico da terra.Sabe o que aconteceu: SÓ APARECEU UMA CICATRIZ.Assustando o próprio médico neurologista.Minha recuperação foi FANTASTICA,ninguem acredita que eu tive um avc.Hoje estou CURADO quase que 100%,fiquei na época com o lado esquerdo totalmente paralisado e agora estou andando quase q normal nem percebe que puxo o minimo da perna.Eu sou canhoto pra escrever,na época eu não consegui assinar meu seguro previdenciario e agora escrevo normalmente e digito como estou fazendo agora.VIREI ESPIRITA KARDECISTA .Amo meu Deus e Nossa Senhora e tenho certeza que só fiquei neste mundo pra contar minha experiencia a todos.Os espiritos de luz que recebem a proteção de Deus me curaram, e eu só quero ti dizer IRMÃO.”não brinque ou deboche de SEU PAI,DE MEU PAI,DE NOSSO PAI – DEUS pois vc pode não ter a chance que eu tive.Fique com Deus irmão e não fale mais bobagem.Abraço!!!

  12. AI ALEXANDRE, GOSTARIA DE VER ESTES JOGADORES DE HOJE, FAZER O QUE OS DE ANTIGAMENTE FIZERAM, COM AS CONDIÇÕES DE ANTES. HOJE A BOLA E LEVE NÃO ENCHARCA , É FIBRA, LEVISSIMA, FAZ CURVA SÓ EM JOGALA COM A MÃO, QUERIA VER E FAZER COM AS BOLAS DE COURO, “CAPOTÃO” ACHO QUE VOCE SABE O QUE É, FISIOTERAPEUTAS, O QUE É ISSO PERGUNTAVAM QUE É ISSO SE ERA DE SE COMER, CONDICIONAMENTO FISICO, ERA IGUAL SE FAZIA NO GINASIO, VC SABE O QUE É GINASIO. ERAM DUAS REFEIÇÕES POR DIA, FARDAMENTO ERA DE ALGODÃO, QUANDO MOLHAVA PESAVA, UNS 3 QUILOS, CHUTEIRA ERA CHAMADA DE CHANCA, COURO PURO IA ATÉ O TORNOZELO, SPRAY PARA DOR, ERA AGUA GELADA, ERA USADO BOLSA DE BORRACHA COM AGUA FRIA PARA AMENIZAR A DOR NÃO ESISTIA SUBSTITUIÇÃO, MACHUCOU JOGAVA COM UM HOMEM A MENOS, E VC QUER COMPARAR OS JOGADORES DE ONTEM COM O DE HOJE, SEM FALAR DO SALARIO QUE É INCOMPARAVEL, TENHA PACIENCIA O SEU ZÉ ROELA

  13. Cantona foi em excelente jogador, mas não se insere na categoria dos geniais. Logo, a comparação com Maradona só é cabível na esfera comportamental.

    Já que falamos em favoritos, os três centroavantes mais espetaculares que já vi foram, em ordem cronológica, Reinaldo, Romário e Ronaldo. Careca foi um excepcional goleador, mas não se compara ao trio. Não foi tão técnico quanto Reinaldo, nem tão objetivo quanto Romário e tampouco foi completo como Ronaldo.

    Como maiores atacantes da história, eu citaria ( correndo o risco de esquecer algum) Pelé_ evidentemente_ Maradona, Garrincha, Cruyjff, Puskas, Di Stefano, Zizinho, Platini, Zidane, Tostão, Gérson, Rivellino.

  14. Começo acreditar que a opinão popular, de fato, esta muito distante da crença de determinados profissionais da mídia esportiva. Por que voces e os poliícos têm tanta paciencia com os argentinos. Para muitos de nós, é um absurdo comparar Maradona com ídolos do nosso futebol, muito mais com PÉLE. Se voces querem uma comparação mais adequada, fiquem com o moleque de rua de Vista Alegre.

  15. Vocês, com raras exceções, parecem um bando de idiotas. O assunto são os filmes e o retrato real da vida dos caras. Ninguém tá fazendo julgamento moral. Maradona e o outro doido são o que são e é interessante ter uma mostra sobre a vida dos caras. Há coisas boas na rebeldia tb. E pra quem tá preocupado com Pelé lembrem q já tem muito filme sobre ele. Aos crentes fanáticos, prestem atenção que são vocês mesmos que metem assuntos q não tem nada haver aqui neste ambiente.

  16. Deixe o Maradona na Argentina, aqui somos melhores nao acho que mereça ser chamado de Deus, se fosse não teria usado drogas e não estaria deste jeito

  17. MARADONA É A FIGURA POLÊMICA DO ARGENTINO ELE CARREGA A CULTURA DE UM POVO. E QUE SÓ AGORA ELES (ARGENTINOS) ESTÃO SE DANDO CONTA . MAS JOGOU MUITA BOLA ATÉ PQ MARADONA NUNCA FOI UM ATLETA SIM UM BOLEIRO.

  18. Na verdade o Maradona quando aguentava jogar era reamente excepcional, mas não foi tudo isso que o nosso ilustre escrvedor disse, sua carreira foi irremediávemente manchada pelo uso constante de drogas, mas não foi “só” uso de drogas, também teve envolvimento com a máfia italiana, cometeu crimes de sonegação de impostos e evasão de divisas, está condenado na Itália tendo inclusive ordem judicial para apreender joias e quaisquer objetos de valor que por ventura ele porte dentro do pais, ainda no mundo da bola participou de várias fraudes já confirmadas (uma delas por ele próprio) atualmente é uma figura deprimente criticada pelos mesmos compatriotas que um dia o chamaram de DEUS por pura megalomania argentina, “se o Brasil tem o Rei, nós temos o Deus do futebol”, é de dar pena, não se compara com o Romário, apesar de não ter sido nenhum anjinho o Romário nem em seus piores momentos chegou sequer perto do “maucaratismo” desse infeliz.

  19. dei uma olhada nos comentários e vi alguem escrever que se o Pelé estivesse jogando hoje não teria o mesmo sucesso poia a marcação de hoje é bem superior, olha deve ser alguem bem novo que não viu o Pelé jogar, pois se o Pet do Flamengo humilhou os meios campistas do Palmeiras, do São Paulo, com 37 anos, pergunta para eles porque tomar um arrodião do Pet se eles tem todo este preparo que os mais novos dizem, jamais só a parte fisica vai ganhar da tecnica, o Pelé hoje com esta mídia e com a preparação de hoje não seria Rei, e sim DEUS do futebol.

  20. É bom saber que as pessoas não têm uma “memória fraca” e ,por isso,não se deixam ser levados por qualquer assunto.Parabéns pelo comentário acima!!!
    Abraços,

  21. Vamos deixar de besteira, Maradona com a bola no pé tb foi um gênio, agora me adimira alguns brasileiro viverem metendo o Pau no Maradona e esquecendo que até nosso rei Pelé não é nenhum anjo.Ou vcs esquecem que qdo fez o milésimo gol pediu p/ olharem pelas crianças, e depois de alguns anos negava severamente a paternidade de uma filha? Diexemos de nos achar melhores que os outros. Por isso que esse mundão tá do jeito que está.

  22. Argentina com os argentinos e a sua arrogância e pobreza de espirito a parte!!! Deixa DEUS saber dessas comparações se é que já não tomou conhecimento e o que os argentinos são hoje é devido a essa comparação sem escrupulos, quer dizer então que para ser bom tem de ser rebelde e satisfazer a mente e a vontade daqueles que apoiam maus exemplos. Não sou torcedor do Palmeiras, mas tive o prazer e honra de conhecer um verdadeiro idolo e esse sim é um exemplo, que em 1974 foi injustiçado na nossa seleção e deveriamos estar é falando de pessoas assim, humilde, com carater e integro, O DIVINO ADEMIR DA GUIA. E QUE MANDEM ESSE TAL DE MARADONA ARROGANTE E PREPOTENTE A M.E.R.D.A !!!!!

  23. Dada-RJ: veja que barato, sou paulista, mas o meu pai nasceu em getulândia e viveu até os 30 anos aí pela região de Rio Claro, São João marcos, etc; não é o máximo. Gosto muito desse pedaço de mundo aí e já também passei muitos apertos pela vida, mas continuo ateu (foi um padre quem me ajudou nessa empreitada, na adolescêsncia de ser ateu – ele com o seu autoritarismo, sua pieguice e sua incapacidade de amar – confesso que só tenho o que agardecer. Sempre respeitei o jeito de ser dos outros, mas costumo me encher com os falsos moralismos e com os julgamentos por critérios tipo: quem é vencedor ´ta certo e tá com deus (incluir entre os “vencedores” ter grana e poder. Entendeu?

  24. Não podemo ser hipócritas. Temos que lembrar que ninguém é melhor que ninguém.Est mundo nosso está assim pq um acha que ´melhor que o outro. Um quer mais que o outro.
    Chega de comparações temos que nos preocupar com os nossos problemas e nossos defeitos, antes de julgar os dos outros.

  25. Nós precisamos nos habituar a apreciar a arte de cada um naquilo que faz bem. Em campo Maradona era um astro que se diferenciava dos demais pelo seu talento. Agora, ficar cobrando comportamento de hoje num paralelo ao que ele fez no passado como jogador é ser muito exigente e imaturo. Deixemos o Maradona em paz. Quem quizer se deliciar com o seu futebol é só recorrer na Internet que vai mostrar as suas habilidades gravadas para sempre em filmes antológicos..

  26. Impressionante, quando falam ´do verdadeiro REI PELÉ, num passado bem distante, enquanto ele parou de jogar futebol em 1973 e em 1980 maradona ja estava jogando. É como se comparássemos a nossa seleção de 2002 com a de 2010, agora em cronologia. A diferença é que existem Gênios e os outros que copiam. Algo parecido, seria dizer que Albert Einstein não é tão inteligente quanto os cientistas de hoje que fazem até supercomputadores.
    Portanto, é bem mais fácil afirmar que sem os conhecimentos básicos e herança sapiencial de Einstein não teríamos o avanço tecnológico atual, assim como, sem a genialidade de PELÉ & CIA, maradona e os demais sequer teriam a tal “malícia” dos zagueiros ou a “técnica” dos atacantes atuais.
    A pequenêz de maradona é tentar se “auto eleger” enquanto PELE foi e continua sendo reconhecido e aclamado por todos os craques que jogaram ao seu lado ou contra, se surpreendendo com sua capacidade de superar todas as expectativas a cada vez que entrava em campo. E apelar ao passado já não vale mais para o maradona. Afinal, hoje, ele ja é um passado tão distante quanto, pois 1986 com seu gol de mão ja ficou a 24 anos atras, e ja é uma distancia bem maior do que o tempo dele para a época do verdadeiro e eterno REI PELÉ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *