O repórter tropeça na tecnologia

O repórter tropeça na tecnologia

Antes, eu tinha uma câmera fotográfica básica, que fazia fotos básicas. Agora, ganhei uma câmera moderna, cheia de recursos, que não apenas fotografa como também faz vídeos e fotos incríveis. Só falta eu aprender a usar a máquina.

Na segunda-feira à noite, saí para fazer uma reportagem sobre as atrações de Natal em São Paulo. Fiz várias fotos dos diferentes programas que enfrentei, a saber: a lama em volta do lago Ibirapuera, onde ocorria um show de luzes; a gigantesca árvore de Natal do parque apagada por causa do temporal; a enorme fila para entrar em um presépio na avenida Paulista às 22h30; e a quantidade de gente disparando o flash de suas câmeras fotográficas.

O problema é que, em vez de fazer fotos, acionei o dispositivo que faz vídeos. Não saiu uma coisa nem outra. Moral da história: a reportagem está publicada sem as minhas fotos, mas com imagens de arquivos. Espero, ainda assim, que esteja divertida.

One Reply to “O repórter tropeça na tecnologia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *