Paródia de si mesma, Banda de Ipanema virou cartão postal do Rio

Paródia de si mesma, Banda de Ipanema virou cartão postal do Rio

A Banda de Ipanema, há muito, perdeu o viço, mas mesmo assim, fazendo ano após ano uma paródia de si mesma, tornou-se uma espécie de cartão postal do Rio de Janeiro.

Três vezes por ano, em torno do Carnaval, ela reaparece, faz a alegria de turistas, desocupados e distraídos, em geral, além de garantir o dia de ambulantes dos mais variados produtos.

O bom Carnaval de rua do Rio está longe dali, nas centenas de pequenos blocos que saem em todos os bairros da cidade. Mas a Banda de Ipanema segue firme, com suas drag queens, travestis e ipanemenses históricos, cantando suas velhas marchinhas.

Este ano, como faz desde 1965, sempre no penúltimo sábado antes do Carnaval, a Banda saiu pela primeira vez. Ainda sairá no sábado e na terça de Carnaval.

Atrapalha o trânsito, é verdade, mas quem, nessa época do ano, no Rio, reclamar disso é ruim da cabeça ou doente do pé.

 

One Reply to “Paródia de si mesma, Banda de Ipanema virou cartão postal do Rio”

  1. olaa!! Mauricio, pra minha surpresa ao abrie este sait sobre as bandas de ipanema, o q encontro?? a fto de minha personagen e sua amiga, que a anos desfilo por Ipanema, sou a de vestido estampado. agradeço involuntariamente pela escolha da fto. abraços 1000. e com certeza, nos encontraremos nas proximas bandas.
    atenciosamente,
    matarazzo
    ps. minha personagen chama-se, Georgina albuquerque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *